Senhor Podric Qarermol

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Senhor Podric Qarermol

Mensagem por Senhor Podric em Ter Jul 14, 2015 4:03 am

Me desculpem pela história curta, mas eu queria uma história compactada e direta.

_____ Podric viveu boa parte de sua vida como um fazendeiro cuidando das terras de Urias Eldberg, mas isso foi há muito tempo atrás. Quando a praga se alastrou por toda extensão de Lordaeron, foi só questão de tempo até que a fazenda onde vivia fosse açoitada pela cruel mão do flagelo. Podric, junto de seu filho Lorgamar, tentaram resistir aos mortos-vivos, mas apenas com suas ferramentas e vontade de nada eram capazes. Podric reconheceu e aceitou seu fim, já se considerava velho tendo passado dos cinquenta, mas não estava preparado para ter a visão de seu próprio filho morrer diante de seus olhos, poucos instantes antes dos servos da luz chegarem aquela cabana velha e, agora, amaldiçoada.
_____ Protegidos pelos soldados, Podric e sua família foram levados à grande casa de Urias. O seu senhor era um homem bondoso, mas a situação era catastrófica para todos, tanto moral quanto economicamente. Ele tentou reconfortar Podric, Auria e Mihra, mas não havia mais nada além disso que ele seria capaz de fazer a essa altura. Suas terras foram tomadas e sua única escolha era esperar um milagre.
_____ Tendo visto o drama dessa família de perto, um dos membros daquela tropa de salvadores esteve com Podric. Ele era um homem de boas palavras, roupas limpas e anéis de ouro. Ele se aproximou de Podric explicando-lhe sobre o que estava acontecendo no mundo e ressaltou o perigo que ainda seria enfrentado pela humanidade. Tempos sombrios viriam e todos precisariam estar juntos, fortes. Este homem, Rascal Eriach, disse a Podric que tinha para ele um novo lugar, onde poderia ganhar seu dinheiro honestamente e poderia abrigar sua família. Urias concordou, liberando Podric, sua esposa e filha, do dever da vassalagem.
_____ Rascal fez dos Qarermol seus criados. Podric aprendeu que ele era um servo da luz, um dos primeiros naqueles tempos sombrios. Por sua herança nobre, Rascal mais exercia um papel de diplomacia entre a Ordem e os Senhores, do que um verdadeiro guerreiro em campo de batalha. Contudo, o sacerdote nunca se permitiu ficar de braços cruzados quando algo estava a seu alcance. Podric o admirou e, por isso, foi um bom criado.
_____ Vivendo sob o teto de Rascal, Podric aprendeu a compartilhar de suas crenças. Os discursos de seu novo senhor eram inspiradores, ele ensinou aos Qarermol o poder que havia na Luz e o quão importante ela seria para os homens nesses tempos de batalhas e perdas. Apesar de sua vida sofrida, Podric tornou-se outra vez vigoroso. Seu espírito era forte, sua determinação era a de um homem que sempre precisou dar muito duro para conseguir as coisas nessa vida. E Rascal via isso muito claramente, pois mesmo não sendo letrado ou tendo estudado com grandes lordes, Podric trazia consigo a sabedoria dos anos que ainda faltavam ao sacerdote. A admiração que Podric tinha por seu senhor era recíproca.
_____ O tempo se passou e Podric aprendeu muito com seu senhor. Aprendeu a ler, aprendeu sobre a luz e os brasões das grandes casas. Aprendeu a história de outros reinos e até mesmo pôde conversar com outras pessoas de relevância, como um criado ainda, mas alguém de valor para Rascal. Contudo, a passagem do tempo trouxe para eles, novamente, os eventos que dizimariam por completo o Reino de Lordaeron. Podric teve fé até o último momento, a fé que seu senhor lhe ensinou a ter na Poderosa Luz e aguardou no esconderijo junto aos outros criados enquanto o casarão era tomado pelos mortos.
_____ Um dos aliados de Rascal foi até o grupo na tentativa de evacuar completamente o lugar, mas antes que pudessem se unir ao grupo principal, mais uma vez Podric se viu frente à morte. Convencido de que poderia fazer algo dessa vez, Podric enfrentou os mortos junto do soldado enquanto ganhavam tempo para o grupo principal chegar até eles. Mas os números foram o bastante para separar o velho fazendeiro de sua esposa, que fora vorazmente atacada por um carniçal imundo e fedorento. Podric o atacou com fúria, conseguindo livrar Auria de ter seu corpo despedaçado ainda em vida, mas não há tempo de livrá-la de um gravíssimo ferimento no pescoço. Podric chorou e suplicou à Luz que não lhe tirasse mais esse amor. Nesse dia, pela primeira vez, Podric teve sua prece atendida ao ver a própria Luz impedir a morte de sua esposa.
_____ Os Qarermol se livraram da morte em Lordaeron e fugiram junto aos outros. Rascal foi debilitado em combate, perdendo uma de suas pernas e um de seus braços. Ele não era mais um lorde, sequer tinha posses, mas Podric manteve sua servidão àquele a quem lhe acolheu nos tempos de dificuldade e, desde aquele tempo, foi como parte de sua família. Com o passar do tempo, Auria faleceu em paz devido sua idade e Mihra concordou em ser enviada para um convento, onde estudaria para ser uma autêntica serva da Luz. Podric, contudo, continuou servindo a Rascal que se tornou cada vez mais depressivo e se entregou ao estado debilitado em que vivia. Com tristeza e pesar, o velho fazendeiro assistiu enquanto seu maior amigo pereceu até a morte.
_____ Com a ausência de todos aqueles que lhe eram importantes, mais uma vez Podric se sentiu disposto a ir de encontro à Luz, vivendo sozinho na casa onde Rascal passou seus últimos dias. Ele não tinha arrependimentos, mesmo suas tristezas haviam sido superadas, pois ele sabia que havia um futuro brilhante para aqueles que partiram. Da mesma maneira que acreditava que Azeroth seria salva, pois haveria esperança enquanto existissem aqueles que servissem à Luz. Mas a vida ainda tinha para o velho Podric uma última surpresa. Não mais que duas semanas após o sepultamento de Rascal, Podric foi visitado por um mensageiro da Catedral da Luz de Ventobravo. Não era segredo para ele que o seu senhor tinha amigos naquele lugar, mas a mensagem que recebera o surpreendeu. Em segredo, Rascal deixou para seu mais leal servo todos os pertences que conquistou em vida, em demonstração de gratidão aos anos de amizade, amparo e conselhos. No documento que lhe foi entregue, ainda dizia mais, pois Rascal havia se certificado de conseguir para Podric um lugar digno para ele viver, o homem que mesmo Podric não se considerava ser. Ele deveria ir para Ventobravo e concluir seus estudos com os membros da Catedral para que pudesse, enfim, ser um servo da Luz tão fiel e querido quanto tinha sido para aquele jovem sacerdote. No fim da carta, havia uma pequena observação.

"Nunca se esqueça, meu amigo Podric: o maior poder que você sempre teve, foi o seu coração."
avatar
Senhor Podric

Mensagens : 1
Data de inscrição : 14/07/2015
Idade : 26
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum