A Prática dos Malditos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Prática dos Malditos

Mensagem por Melrion em Dom Jan 24, 2016 11:36 pm

Já se passaram duas semanas desde que Melrion havia encontrado o Grimório do Herege na Floresta do Crepúsculo. O jovem mago havia lido esse maldito tomo duas vezes, encontrou vários métodos de evocação, rituais e oferendas, tudo relacionado a demônios, após horas, dias, semanas estudando conseguiu trazer a seu lar um demônio do caos, era uma grande criatura que transmitia medo e solidão em todo o lugar, pasmo e curioso Melrion perguntou quem era, temido e arrogante o demônio diz " Por que me chama? Verme!" Sábio e esperto Melrion sabia que fazer perguntas ao demônio iria irrita-lo e provavelmente iria morrer como um rato então resolveu dizer " Preciso de tua ajuda" O demônio gargalhou e lhe questionou que o ser não parecia nada com um evocador ou um bruxo, Melrion argumentou que era novo nas tais práticas e de joelhos para o demônio pediu poder sem pensar por que estava pedindo mas não queria morrer, logo depois fez um pacto com a criatura vil. " Mate teus entes mais queridos, lhe darei tal poder" Ordenou o demônio, "Meus pais?!" questionou o humano. Melrion sabia que deveria fazer mas tentou enganar o demônio trazendo um paladino para lá dois dias depois do pacto, furioso o demônio possuiu Melrion afinal foi ele quem chamou o demônio, ele deu brecha para ser possuído. Melrion calcinou o paladino do seu lado, claro sob influência demoníaca. Após queimar o corpo do paladino que não era nada poderoso, foi até a casa de seus velhos pais e os queimou por inteiro, rindo de seus próprios atos o humano possuído matou vários camponeses por ali.
  Melrion acordou em uma caverna na floresta do crepúsculo perto de ratos, aranhas e outros insetos, suas roupas rasgadas e suas pele suja, olheiras negras e cabelo seboso, tinha se recordado do que tinha feito e exclamou " Ah não! Não não não não!" Começou a chorar, gritar e questionar o por que. " Não, a culpa é minha.. devia ter feito o que ele tinha pedido, menos vidas teriam ido embora" Num ato de loucura e dor, Melrion chamou o demônio novamente e pediu para "renovar" o acordo. " Traga todas aquelas vidas de volta e eu te darei o dobro de almas, almas da Horda..." disse o humano. " Tentador..Estamos de acordo" O demônio passou vários poderes e habilidades demoníacas para Melrion que durante um mês usou para dilacerar vários corpos da Horda. Durante esse mês Melrion estava outro, vestindo trajes negros, sempre de capuz e máscaras pois não conseguia demonstrar humanidade mais. Melrion cobrou o acordo do demônio "Humano tolo! Não posso trazer vidas de volta! Mas esse acordo rendeu mais bruxo para Azeroth! Olhe para você, parece um morto-vivo, matou sem pensar, não conversa mais, seu olhar grita morte e suas mãos causam dor" Gargalhando o demônio sumiu e deixou Melrion irritado.
  Após um ano de angústia e culpa, Melrion descobriu o Pacto Áureo, decidiu se alistar por ficar sabendo das histórias de "Anna Seline" uma bruxa quem ouvia falar e tinha certo respeito, outro motivo seria buscar redenção, servir a Aliança e o Pacto talvez o faria alguém melhor porém o demônio quem se tornou ainda respira. "Sou o mesmo trapo que me vi naquela caverna, a diferença é que estou montado em um corcel vil e usando roupas que assustam garotinhos inocentes"
avatar
Melrion

Mensagens : 2
Data de inscrição : 24/01/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum